Projetos & Equipas

GI(PiN) ---

Gestão Integrada do Pinhal/Nemátode da Madeira do Pinheiro

A doença da murchidão do pinheiro resulta da interação complexa entre o nemátode da madeira do pinheiro (NMP), que causa a doença, e o inseto vetor (Monochamus spp.) que o transporta entre árvores. A introdução do NMP em 1999 veio acrescentar um fator de declínio ao pinhal-bravo, com impactes negativos relevantes na fileira do pinho.
Em 2014, foi criada uma Task Force pela União Europeia que recomendou medidas para aumentar a eficiência no controlo do NMP. Este Grupo Operacional pretende estudar e desenvolver as propostas recomendadas para ulterior implementação, com vista a evitar restrições de circulação e comercialização de madeira de coníferas de origem portuguesa.

 

Objetivos

– Conjugar novas formas de gestão, meios de diagnóstico e de luta para diminuir o impacte do NMP.
– Controlar a expansão do NMP e contribuir para o retorno da confiança no pinheiro-bravo.
– Potenciar ações de controlo e evitar restrições à circulação e comercialização de madeira nacional.

 

Equipa

Liderada pela FNAPF – Federação Nacional das Associações de Proprietários Florestais, inclui ainda o ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, Universidade de Coimbra, Centro PINUS e empresas de produtos e serviços florestais.

 

Mais informação sobre o projeto GI(PiN)