Projetos & Equipas

PLATISOR ---

Métodos para a gestão do montado de sobro com ataques de plátipo da região do Sor

Os montados de sobro são ecossistemas muito complexos e de delicado equilíbrio que viram o seu estado sanitário agravar-se a partir da década de 80. Foram identificados diversos fatores bióticos associados a este declínio, entre os quais o plátipo (Platypus cylindrus). Esta praga ataca sobretudo árvores mortas ou enfraquecidas, contribuindo para a mortalidade de milhares de árvores. É também um vetor de fungos patogénicos. Gradualmente, tem-se vindo a notar um aumento dos ataques do plátipo, também em árvores verdes. É neste contexto que o Grupo Operacional irá intervir, conjugando novas formas de gestão dos povoamentos com novos meios de luta e aperfeiçoamento dos existentes.

 

Objetivos

– Conhecer a bioecologia do plátipo na região.
– Conhecer os fatores relacionados com a distribuição espacial/temporal dos ataques do plátipo.
– Procurar alternativas aos meios de controlo já existentes – biológica e química.
– Procurar aumentar a eficácia da técnica de armadilhagem existente.

 

Equipa

Liderada pela AFLOSOR – Associação de Produtores Agroflorestais da Região de Ponte de Sor, tem como parceiros o INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária e diversas empresas agrícolas.

 

Mais informação sobre o projeto PLATISOR