Anterior Próximo

Floresta Portuguesa

Ainda existe floresta natural na Europa?

A diversidade e composição das florestas europeias foram tão influenciadas pelas atividades humanas, durante tantos séculos – essencialmente desde o Neolítico, há cinco milénios –, que a floresta natural na Europa se tornou raríssima (e mais ainda na União Europeia). Não se sabe, por isso, com um grau de certeza razoável qual seria a extensão e composição da florestal natural, já que a intervenção humana se tornou parte integrante e essencial da composição e conservação da floresta e dos seus diversos habitats.

As florestas do sul da Europa serão as mais antigas do continente, com formações menos influenciadas pelas glaciações. Por exemplo, em França, estima-se que cobrissem cerca de 80% do território no início da conquista romana, tendo diminuído para 15% em 1800, para voltar depois a aumentar acima dos 30%, segundo revela o trabalho de Falinski e Mortier.

Atualmente, de acordo com os dados do State of Europe’s Forest 2020 (SoEF2020), estima-se que apenas cerca de 2,2% da área florestal (4,68 milhões de hectares) na Europa (excluindo a Rússia) seja natural, sendo que a maioria destas florestas não tocadas pela intervenção humana (Undisturbed by man) se situa na Europa do norte. Estes valores estão em concordância com os resultados do Global Forest Resources Assessment 2020 (FRA2020), 4,18 milhões de hectares de floresta primária na Europa excluindo a Rússia. De notar que o FRA2020 utiliza uma nomenclatura diferente do SOEF2020 e considera as florestas de espécies nativas sem indicações visíveis de atividade humana e sem processos ecológicos significativamente perturbados como florestas primárias.

De facto, a maioria da floresta portuguesa e europeia resulta de regimes seminaturais, onde se misturam diferentes espécies, algumas nativas e outras plantadas.

Em Portugal, e de acordo com o SoEF2020, os regimes seminaturais representam cerca de 78% do total da área de floresta (quase 2,60 milhões de hectares dos 3,31 milhões de hectares de floresta nacional). Segundo a mesma fonte, em Portugal, a floresta intocada deve representar cerca de 0,67% da área total de floresta, enquanto em Espanha e na Alemanha se considera que não existe floresta natural e em Itália ela representará cerca de 1% da área florestal total.

Na Europa, excluindo a Rússia e segundo o referido relatório, os países com maior percentagem de área florestal intacta são o Liechtenstein (21,7%), a Bulgária (18,1%), a Geórgia (17,7%) e o Montenegro (11,1%). Do lado inverso estão o Reino Unido, com mais de 89% da floresta plantada, ou Malta, onde toda a floresta resulta de plantações.

 

Distribuição da floresta europeia por classes, de acordo com o nível de “naturalidade”

 Floresta Natural / Não alterada pelo ser humanoFloresta SeminaturalPlantações Florestais
Região da EuropaMilhares de hectares% da área florestalMilhares de hectares% da área florestalMilhares de hectares% da área florestal
Norte 2 7693,9%67 75995%7711,1%
Centro oeste1070,3%34 86489,5%3 99510,2%
Centro leste8802%42 87896,7%5911,3%
Sudoeste930,3%26 39695,6%1 1334,1%
Sudeste8362,8%27 71092%1 5715,2%
EUROPA3 6652,4%144 08593,2%6 7774,4%
EU 284 6842,2%199 60794%8 0613,8%

Fonte: Relatório State of Europe’s Forest 2020 (Table 4.3-1: Forest area by classes of naturalness, by region, 2020)

 

Fonte: FRA platform (fao.org)

Anterior Próximo